Bares e restaurantes querem retomar atividades nos fins de semana




Durante os últimos decretos, emitidos pelo Governo do Estado a fim de evitar aumento de casos da Covid-19, um dos setores que vem sofrendo com mais intensidade é o de bares e restaurantes. Com o aumento de casos graves, eles não estão autorizados a funcionar aos finais de semana, feriados e no período da noite, para evitar aglomerações.


Pensando em retomada, representantes da Associação Nacional dos Bares e Restaurantes de Sergipe (Abrassel) buscam marcar uma audiência com o Governador Belivaldo Chagas. A intenção é que os estabelecimentos voltem a atividade com todos os protocolos e restrições de pessoas nos locais.


De acordo com o Presidente da Abrassel Sergipe, Bruno Dória, a situação é bem delicada para categoria. “Todos nós sabemos da existência do vírus, mas há pouco mais de um ano ela está ai. Vemos a cidade funcionar e estamos impedidos de abrir nos finais de semana, quando acontece maior movimento. Por mais que Estado e Prefeitura nos ajudem, o prejuízo será difícil de se recuperar. Nosso melhor remédio é voltar a trabalhar”, destacou.


Sobre a questão de fiscalização, o representante defende que seja feita constantemente. “Não estamos contra se acompanhar os bares e restaurantes. Estamos prontos com a questão de higiene e distanciamento social. Agora só depende do diálogo com o Governo do Estado”, pontuou Bruno.


Ainda não há uma perspectiva de encontro entre Governo e Abrassel. A próxima reunião do comitê técnico-científico será na próxima quinta-feira, dia 13 de maio. Até lá, seguem o toque de recolher a partir das 22h às 5h e o fechamento de praias e grandes centros comerciais na capital.


Por Portal C8 Notícias

Foto: BBC Brasil