“As pessoas não devem colocar lixo perto dos canais”, lembrou Presidente da Emsurb


Na manhã desta quarta-feira, dia 26, o Programa “Linha Direta” entrevistou o novo Presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Bruno Moraes. Ele falou sobre o cargo que está assumindo agora e também os projetos que são colocados pela instituição.


No inicio, Bruno comentou sobre a sua atuação anterior na Emsurb. “Já estava no setor operacional da empresa. Atuei junto ao Luiz Roberto, que deixou o cargo por conta do processo eleitoral. Agora estamos assumindo já com todo o acompanhamento dos serviços que seguem para que a cidade possa ser mais limpa e cuidada”, detalhou.


Um dos serviços que o Presidente da Emsurb falou foi sobre a limpeza de canais. Para Bruno, é um trabalho continuo, pois a cidade está abaixo do nível do mar e a quantidade de chuva pode provocar mais alagamentos. “Temos esse serviço como uma das nossas prioridades. Com a chegada do inverno, já temos todo roteiro para retirar a sujeira dos canais que cortam a cidade. É importante também contarmos com a colaboração das pessoas em não jogar lixo e entulhos nas proximidades”, advertiu.


Ainda sobre esta questão, o gestor lembrou de outro problema, que é o descarte de lixo e demais produtos no mangue da Coroa do Meio. “No local nós temos o “ecoponto” para que a comunidade faça o descarte corretamente de entulho e material que pode ser reciclado. Além disto, temos o “cata-treco” que passa regularmente lá. Infelizmente uma pequena minoria ainda não tem educação e joga toda a sujeira no nosso belo mangue. Por isso que estamos autuando que desrespeita as regras”, advertiu Bruno.


Um projeto que foi lembrado na entrevista foi os “ecobueiros”, que também pretende colaborar com a limpeza da rede de drenagem. “Trata-se de cestos galvanizados nas caixas onde a água da chuva entra. Eles deixam a água passar e retém sujeiras, tipo copos plásticos, peças de madeira e demais coisas que poderiam ir para os canais atrapalhando o escoamento. Começamos com um projeto piloto na região dos Mercados e vamos aos poucos colocando em diversos pontos da cidade”, explicou.


Outro ponto detalhado por Bruno Moraes é sobre a questão da poda de árvores. Para o Presidente da Emsurb, o trabalho tem que ser feito em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente. “É todo um processo, pois é necessária a liberação para suprimir a árvore. E também tem o ato de descarte dos galhos e a folhagem do que foi retirado. Tudo isso pode ser solicitado pelo “AjuInteligente” no site da Prefeitura”, alegou.


A gestão de espaços públicos, a exemplo de praças e de demais pontos, também foi discutida na entrevista. O líder da Emsurb lembrou a recuperação de estruturas da Orla de Atalaia e da Orla Pôr do Sol. “Aos poucos vamos transformando estes locais, que são importantes para o turismo, em pontos de convivência bem cuidados. Tomamos conta do patrimônio e queremos que a sociedade denuncie atos de vandalismo. Além disto, para reforçar a segurança, estamos delimitando a área de banho e das embarcações do Rio Vaza Barris”, comentou Bruno.



Portal C8 Notícias

Foto: Ascom Emsurb