Aracaju sedia os Jogos Nacionais da Juventude



Desde a última sexta-feira, dia 02, que Aracaju sedia os Jogos Nacionais da Juventude. O evento reúne estudantes atletas de todos os estados e do Distrito Federal. O evento segue até o dia 17 de setembro.


Durante a cerimônia do evento esteve presente o Ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, que tem uma área de sua pasta voltada ao esporte. Para ele, a importância do evento é revelar os futuros representantes do Brasil em jogos como Olimpíadas. Fico muito feliz em estar presente em um grande evento como este em Aracaju. De parabéns a todos que fazem parte. Daqui vamos ter futuros nomes de nosso desporto para abrilhantar ainda mais o nosso país lá fora”, declarou.


O Secretário de Estado da Educação, Cultura e Esporte, Josué Modesto, afirmou que o evento é um grande congraçamento de participantes de todo o Brasil. “Ficamos felizes ao saber que a nossa capital está recebendo diversas pessoas de todos os estados. Sem contar as nossas delegações. Sergipe está aqui bem representado e que esse ato sirva para que mias jovens possam ter empenho na pratica esportiva”, destacou.


A Diretora de Esportes da Seduc, Mariana Dantas, afirmou que o evento é a coração de um grande trabalho de todos os envolvidos. “Foi um enorme trabalho para chegarmos aqui. E depois de 2 anos de tanta separação com a pandemia, nós merecíamos isso. Aracaju é a capital nacional dos esportes da juventude”, celebrou.


O Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Paulo Wanderley, esteve no ato e destacou a importância do encontro de atletas “Esse é um momento especial para o COB, afinal, tivemos dois cancelamentos desses Jogos que, aliás, seriam aqui em Aracaju, e houve espera, paciência e aqui estamos comemorando mais uma edição", lembrou.



O ponto alto da cerimônia foi o acendimento da pira olímpica. A tocha foi levada por atletas do Comitê Olímpico Nacional. A responsável por acender o fogo olímpico foi a Embaixadora do evento, a campeã olímpica Ana Marcela Cunha, medalha de ouro na natação dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O mascote da competição é "bamba", representando uma jaguatirica.


Os Jogos da Juventude, cujo lema de 2022 é “Desenvolvendo Campeões”, são o maior evento multiesportivo anual das categorias de base brasileiras para atletas menores de idade. Mais de 4.100 atletas participam das competições em 16 modalidades: Atletismo, Badminton, Basquete, Ciclismo, Futsal, Ginástica Rítmica, Ginástica Artística Feminina, Ginástica Artística Masculina, Handebol, Judô, Natação, Taekwondo, Tênis de Mesa, Vôlei, Vôlei de Praia e Wrestling.





Portal C8 Notícias

Fotos: COB/divulgação