Alunas sergipanas são selecionadas para participar de intercâmbio nos EUA


Duas sergipanas foram selecionadas para participar do “Jovens Embaixadores”, um programa de intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos. As alunas Clarisse Liz Rosa Borges e Maria Nicolle Souza foram escolhidas para participar do projeto patrocinado pela Embaixada Norte-Americana.


A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) é a instituição parceira do programa, com direito a uma vaga. Nesta edição, excepcionalmente, a Embaixada dos Estados Unidos selecionou as duas alunas, elas tiveram as maiores notas e atendiam ao perfil da seleção.


O intercâmbio em 2022 será realizado entre 27 de junho a 19 de julho. “A Seduc está de parabéns com esse resultado tão auspicioso. Termos duas estudantes participando de um intercâmbio dessa magnitude, tão concorrido nacionalmente. Isso é muito gratificante e demonstra a qualidade dos nossos alunos e, consequentemente, a qualidade do ensino oferecido pela nossa rede. Estou muito feliz” comentou a Coordenadora Estadual do programa em Sergipe, Professora Célia Gil.


A Diretora do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase/Seduc), Eliane Passos, também comentou sobre as aprovações. “Foi uma excepcionalidade termos duas estudantes selecionadas, e isso diz muito sobre o trabalho desenvolvido pelos técnicos do Dase envolvidos no programa, e diz muito sobre os nossos alunos. Tudo o que estamos precisando neste momento é evidenciar boas práticas, o empenho dos estudantes em se destacar. Estamos muito felizes com esse resultado, que mostra as condições do ensino da rede pública estadual”, afirmou.


As estudantes estão bastante ansiosas para o intercâmbio. Clarisse Liz Rosa Borges, de 17 anos, é aluna do 2º ano do Ensino Médio no Centro de Excelência Atheneu Sergipense, em Aracaju e participa de um projeto social em sua comunidade. “Saber que eu vou finalmente realizar meu sonho é gratificante e ao mesmo tempo surreal. Eu espero aproveitar todos os momentos e oportunidades da melhor forma, dar o meu máximo no decorrer do programa e conhecer as outras pessoas que vão participar dessa experiência comigo. Nesta edição, a participação de nós duas mostra aos estudantes da rede estadual que eles também são capazes de alcançar seus sonhos; que não é porque nosso estado é pequeno que não podemos alcançar coisas grandes”, comentou.


Maria Nicolle tem 17 anos e é aluna do 2° ano do Ensino Médio no Colégio Estadual Djenal Tavares de Queiroz, em Moita Bonita. O projeto social que ela participa é o “Girl Up”, tem o objetivo de trabalhar com a igualdade de gênero. “Meu sonho de ir para os Estados Unidos começou quando eu comecei a aprender inglês sozinha e entrei nesse mundo das oportunidades. Vi que muitas coisas eu poderia conquistar na minha vida por meio desse idioma e, de fato, eu estou conquistando”, declarou.



Portal C8 Notícias

Foto: SEDUC