“Agradecemos os parabéns, mas queremos ser valorizados”, diz Presidente do Sindimed


Na manhã desta quinta-feira, dia 21, o Presidente do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed), Dr. Helton Monteiro, foi entrevistado dentro do Programa “Linha Direta”. Ele comentou sobre o resultado da assembleia realizada pela categoria na noite desta quarta-feira, dia 20. Ficou definida a possibilidade de uma greve na rede de saúde de Aracaju a partir do mês de maio.


O líder do sindicato disse que os servidores da área de saúde estão há 6 anos sem receber nenhum reajuste. Ele afirmou que durante este tempo, o gestor da capital não recebeu ninguém para discutir o assunto. “Dentro desse período, tivemos uma pandemia. Foram 2 anos de muita luta contra a covid-19. Lutamos para que pacientes tivessem condições adequadas. Mesmo assim jamais pensamos em cruzar os braços. Cobramos apenas as condições de trabalho. Agora queremos dialogo para valorização salarial da categoria”, pontuou.


Dr. Helton destacou que, durante a fase critica da pandemia, muita gente procurou o SUS, principalmente os que tinham planos de saúde. “O nosso Sistema Único de Saúde foi aguerrido, apesar das arestas de décadas. Mas foi ele que esteve à frente do socorro. Enquanto o setor privado teve problemas, o SUS estava com as dificuldades, mas atuando. Por isso queremos dialogar com todos os gestores para melhor atendimento dos nossos anseios”, elencou.


Os médicos e demais servidores da saúde deram um prazo limite para a Prefeitura de Aracaju. Se até 27 de abril nada foi dialogado, as categorias poderão cruzar os braços já no dia 02 de maio. “Faremos uma vigília no Centro Administrativo na próxima semana. Já protelamos demais essas decisões, mas sempre respeitamos a data-base. Se nenhuma noticia for dita, próximo mês faremos as paralisações”, destacou Dr. Helton Monteiro.


Ao final, ele afirmou que é preciso buscar alternativas, pois a categoria da saúde teve perdas salariais. “Temos uma média de 37%. Se ficar abaixo disto, já poderemos sair com decisão de parar os serviços dentro do percentual Todas as categorias de saúde demonstraram força de trabalho na pandemia. Agradecemos os parabéns da sociedade e das autoridades. Mas agora é hora de valorizar os que estão no trabalho da saúde”, finalizou.



Portal C8 Notícias

Foto: Sindimed